Busca:
O Segundo Pilar - Autoridade
Domingo, 29/08/2010 às 12:32h

O Pilar da Autoridade

PORQUE OBEDECER É MELHOR QUE SACRIFICAR!

 

Nesta semana abordaremos o segundo pilar para um relacionamento abençoado. Apenas resumindo o que vimos até aqui, vimos que todo relacionamento é diferente um do outro. Cada um escreve sua história única e ímpar. Porém, existem princípios que são eternos e imutáveis. Estes princípios devem estar presentes em todo e qualquer relacionamento para que este esteja de acordo com a vontade de Deus. Ao construir uma casa, você pode dar o acabamento e pintá-la da maneira que lhe parecer melhor, porém os alicerces não podem ser como você quer, mas devem ser colocados de tal maneira que não contrariem as leis da física para não comprometer toda a casa. Assim um relacionamento deve respeitar as leis de Deus para que ele não venha a ruir em nossas cabeças.

Vamos estudar quatro alicerces para um relacionamento abençoado. Nas semanas anteriores já vimos o primeiro: a Maturidade. Relacionamentos foram feitos para homens e mulheres, e não para meninos e meninas. Vimos o que caracteriza um homem e uma mulher no aspecto espiritual e no caráter. Se você ainda não leu, veja nossos posts anteriores e dê uma lida.

Então, sem mais delongas, sem mais lero lero... vamos ver a importância do Princípio da Autoridade no relacionamento.

Em palavras gerais...

Em primeiro lugar, vamos entender o que é o Princípio de Autoridade. Em palavras simples, autoridades são pessoas superiores a nós, as quais nos deveríamos ser submissas, e as autoridades tem o direito de dominar sobre nós. Sei que falando desta maneira parece algo como um ditador em um país comunista, ou algum tirano oprimindo seu povo. Mas não é isto que caracteriza a autoridade.

Como deve ser a autoridade? Ora, Deus é o criador de todas as coisas. Ele nos formou e Ele próprio nos mantêm vivos a cada dia. Só por isso Ele já têm todos os direitos sobre nossas vidas. E por Ele ser onipotente, onipresente e onisciente, poderia usar da força e do medo para nos submeter a Ele. Porém, Ele não fez assim. Antes, através de seu amor demonstrado através dos séculos e principalmente através da reconciliação dos homens pelo sangue de seu filho Jesus, Ele demonstrou que a verdadeira autoridade não é para ser servida, mas sim para servir.

Quem instituiu as autoridades? O próprio Deus. Romanos 13.1 diz: “Todo homem esteja sujeito às autoridades superiores; porque não há autoridade que não proceda de Deus; e as autoridades que existem foram por ele instituídas.”. Então, Deus detém em si toda autoridade, sobre todas as coisas. E Deus resolveu atribuir a sua autoridade a homens aqui na terra. Então, ao obedecermos e respeitarmos nossas autoridades o fazemos ao próprio Deus. Assim como se desobedecemos e difamamos nossas autoridades pecamos contra Deus. “De modo que aquele que se opõe à autoridade resiste à ordenação de Deus; e os que resistem trarão sobre si mesmos condenação.” Rm 13.2

E quem são nossas autoridades? Desde que nascemos já existem autoridades sobre nós. Nossos pais são autoridades em nossas vidas. Durante a vida muitas autoridades nos rodeiam: professores, chefes, pastores, governantes, etc. Dentro do casamento, o homem é autoridade sobre a mulher. E por aí vai.

Estou resumindo em breves palavras um tema que é bem vasto, e muitíssimo importante para sermos bem sucedidos em qualquer área de nossas vidas. Para mais informações ou dúvidas, perguntem lá embaixo ou eu recomendo a leitura de dois livros muito bons: “Autoridade Espiritual” de Watchman Nee, e “Cura e Edificação do Líder” de Marcos de Souza Borges (Coty).

Autoridade presente nos relacionamentos

Se já entendemos este princípio de autoridade, fica mais fácil entender de que maneira ela pode abençoar nosso relacionamento. Toda vez que vamos nos relacionar com alguém do sexo oposto, é importantíssimo que nossas autoridades mais envolvidas nisto (pais e lideranças espirituais) estejam também de acordo com este relacionamento. Caso alguma delas se oponha por algum motivo, devemos aguardar um pouco mais para começar este relacionamento, ou então simplesmente este não é o relacionamento certo para nós.

“Então quer dizer que se meus pais ou os pais da pessoa forem contra nosso relacionamento eu não devo nem tentar?” Exatamente. E o mesmo se aplica para nossos líderes na casa de Deus.

Claro, ao fazer esta afirmação, muitas dúvidas surgem em nossas cabeças.

“Mas e se minhas autoridades estiverem erradas?”. É a primeira objeção de alguém que quer se relacionar, mas os pais ou líderes são contra. Nesse caso, a submissão e a obediência à autoridade sempre são honradas por Deus. Ou seja, se você faz a sua parte (obediência), Deus não permitirá que a autoridade que Ele mesmo instituiu faça com que você fique fora da vontade dEle. Ele mudará o coração daquela pessoa.

“Eu sei de pessoas que quando começaram a se relacionar as autoridades eram contra, mas depois ficou tudo bem”. Será que ficou mesmo? Não se esqueça que colhemos no futuro aquilo que plantamos no presente, e nem sempre é imediato, às vezes levam alguns anos. Se nós formos rebeldes agora com nossos pais e líderes, o mesmo farão conosco no futuro.

“Mas eles não deixam porque não conhecem a pessoa como eu conheço”. Nossos pais e líderes muitas vezes vêm coisas que não podemos ver, pois o sentimento sempre procura driblar nossa razão, ocultando falhas na pessoa e fantasiando qualidades. As autoridades, por não estarem sob efeito anestésico do sentimento, estão imunes a isso, e podem ver as coisas melhores que nós. Ou talvez seja só o caso de realmente eles não conhecerem a pessoa; neste caso, dê um tempo para que os frutos da pessoa e o seu caráter falem por ela para ela ser conhecida por suas autoridades.

A Lei dos Sinais Verdes

Eu gosto de comparar a opinião das nossas autoridades a semáforos. Sempre que alguma delas se opõe ao relacionamento que você deseja isto é um sinal vermelho. Aí você fica com duas opções: ou aguarda até ele ficar verde, ou entende que na verdade ele não vai mudar, quem tem que mudar é você, para um outro caminho.

Se suas autoridades abençoam você para iniciar um relacionamento então o sinal se encontra verde. Isso não quer dizer que você não terá problemas, que será o relacionamento perfeito. Mas com certeza você já está evitando muita dor de cabeça desnecessária começando da maneira certa.

O fato da opinião de uma autoridade contar tanto não é porque ela é uma expert em assuntos amorosos. Ela pode não entender nada disto, mas a questão é, ela tem uma autoridade que lhe foi atribuída por Deus. Então Deus dará a ela o discernimento necessário para fazer bom uso desta autoridade.

A Bíblia está cheia de referências sobre dar ouvidos aos conselhos. Não qualquer conselho, vale frisar (como o conselho daquele amigo que está louco para que você encontre alguém logo), mas os bons conselhos, vindos de autoridades ou pessoas que são experientes e sábias. Veja:

Pv 11.14 Não havendo sábia direção, cai o povo, mas na multidão de conselheiros há segurança.

Pv 12.15 O caminho do insensato aos seus próprios olhos parece reto, mas o sábio dá ouvidos aos conselhos

Pv 13.20 Da soberba só resulta a contenda, mas com os que se aconselham se acha a sabedoria.

Pv 15.22 Onde não há conselho fracassam os projetos, mas com os muitos conselheiros há bom êxito.

Pv 20.18 Os planos mediante os conselhos têm bom êxito; faze a guerra com prudência.

Pv 24.6 Com medidas de prudência farás a guerra; na multidão de conselheiros está a vitória.

O segredo do sucesso

Vemos muitos exemplos de pessoas na Bíblia que tiveram grandes conquistas, alcançaram grandes feitos. Davi é um destes exemplos. Agora, sabe o que tornou Davi o maior rei de Israel? A sua submissão e sua obediência ao rei antes dele, Saul. E perceba que ao ler a história dos dois, vemos que Saul chegou a um ponto de perseguir e tentar matar Davi. Ainda assim, Davi permaneceu fiel e submisso a ele. Resultado: Davi foi o rei mais respeitado e seguido de todos os tempos.

Não abra mão da obediência a sua autoridade. Certamente, Deus o honrará grandemente por isso, com recompensas que você não pode nem imaginar.

Que Deus os abençoe

Equipe BC “Heart”

 

 

 

(Nota: a coluna “Relacionamentos”, do BC, será atualizada quinzenalmente, sempre aos domingos. Fiquem de olho. Até lá, enviem suas dúvidas ou comentários acerca desta matéria no espaço abaixo. Dúvidas sobre outros assuntos que não estejam relacionados ao tema acima devem ser feitas no espaço “Perguntas e Respostas”)



Enquete
Você já sofreu preconceito por causa da sua religião? Leia mais em: Perguntas Polêmicas da Bíblia -

Sim, muitas vezes
Sim, algumas vezes
Não, nunca sofri preconceito por causa da religião Leia mais em: Perguntas Polêmicas da Bíblia - En
Já sofri por não ter religião (Agnóstico / Ateu) Leia mais em: Perguntas Polêmicas da Bíblia - Enqu

Resultado

MULTIMÍDIA

BC NEWS
2015 www.batistadebelem.com.br - Todos os direitos reservados.